domingo, 30 de janeiro de 2011

nota04/2011

Vi esse filme pela primeira vez em 2006, quando participava do juri do 1º Granimado (no juri também estavam Sílvia Prado, Tadao Miaki e Otto Guerra). Desde então, tenho prestado atenção aos filmes em que Adalgisa Luz está envolvida (a maioria dos filmes da capital gaúcha), a marca dela sempre está lá. Adoro CAFÉ PARIS.
Em breve, entrevista com Adalgisa Luz.

sábado, 15 de janeiro de 2011

nota03/2011

da direita para esquera: Arnaldo Galvão(camisa branca) / Maurício Squarisi (camisa verde) / Alê MacHado (camisa preta) / Melina / BRUNO BOZZETTO (camisa azul) / Wilson Lazaretti / Beth Russo.
Em 23 de novembro de 2009, em uma sala da FAAP, em São Paulo, animadores brasileiros tiveram a oportunidade de abraçar o mestre BRUNO BOZZETTO. Quem nos proporcionou isso foram os grandes parceiros Máximo Barro e Eliseu Lopes (montadores de cinema e professores na FAAP).
"MÚSICA E FANTASIA" realizado por Bruno Bozzetto em 1976 é, na minha opinião, o desenho animado mais estimulante para um animador. O humor de Bozzetto, sua habilidade em lidar com a música e com as cenas com atores. A primeira vez que vi esse filme foi mesmo em 1976, no Teatro Castro Mendes em Campinas. Foi um choque. Acho que foi ali que descobri a possibilidade de fazer desenho animado.
A sequência "Bolero de Ravel", considero a melhor, pode ser conferida nesse link:
http://www.youtube.com/watch?v=pXaUdV6QNOs

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

nota02/2011

Neste sábado (15/01/2011) Bell Machado fala sobre audiodescrição/AD (comentários sobre o filme para pessoas com deficiência visual) às 15 horas no MIS-Campinas.
Em seguida, às 16 horas, Bell faz audiodescrição (ao vivo) na exibição do filme "O BURRICO E O BEM-TE-TI".
Para fechar a sessão, exibição de "MÚSICA E FANTASIA" (ALEGRO NON TROPPO) de Bruno Bozzetto.

domingo, 2 de janeiro de 2011

nota01/2011

video 
Em 2010 foram vedidos mais de 22 milhões de ingressos para se assistir a filmes brasileiros.
Esse é o melhor resultado dos últimos 20 anos.
Provavelmente os cinéfilos tomaram muitos cafés nas entradas dos cinemas...