segunda-feira, 6 de setembro de 2010

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Trecho do making of de OS HAI-KAIs DO PRÍNCIPE

O desenho animado "OS HAI-KAIS DO PRÍNCIPE foi contemplado com o prêmio de Melhor trilha sonora para o GRUPO ÚLTIMO TIMO no VIII Festival Guaçuano de Vídeo

TRECHO DE "OS HAI-KAIs DO PRÍNCIPE" (Vidal Ramos e Grupo Último Tipo)

HAI-KAI CAIU NA REDE

Quem quiser assistir a "OS KAI-KAIs DO PRÍNCIPE" na íntegra já pode acessar:
http://www.blinkxbrasil.com.br/canal?canal=ELO+ANIMA
No canal ELO ANIMA estão outros filmes do NÚCLEO DE CINEMA DE ANIMAÇÃO DE CAMPINAS
(autorais e realizados em oficinas)
Mais sobre "OS HAI-KAIs..."
No início dos anos noventa fiquei interessado em fazer um desenho animado contando a história da minha cidade, Campinas.
Mas, Cheguei à conclusão de que a história da cidade é complexa demais para caber em um desenho animado.
Pensei que poderia ir fazendo uma série de curtas, cada um abordando um tema. Porém, o financiamento desse projeto é outro nó.
Em 2000 um convite do editor chefe do Jornal Correio Popular, Mário Evangelista, para publicar uma tirinha de quadrinhos diária,
foi uma oportunidade de pesquisar e contar a história da cidade através do personagem "Nego da Sanfona" (publicado diariamente até julho de 2003).
A história de Guilherme de Almeida, foi adaptada desses quadrinhos para o desenho animado "OS HAI-KAIs DO PRÍNCIPE".
Mais sobre ELO ANIMA
Daniela Pfeiffer, produtora do canal nos concede uma breve entrevista:
Oi Daniela, me lembro de ter tomado um belo café na sala de reuniões da ELO. Você, só toma o cafezinho profissional ou tem alguma preferência ?
Os produtores e parceiros da Elo são sempre muito bem-vindos para um cafezinho! A idéia é criar um ambiente de troca e sinergias, reunindo pessoas com interesses em comum, e potencializando esforços na promoção e no desenvolvimento do audiovisual e da cultura nacional.

Como funciona um canal de animação na internet ?
No caso do Elo Anima (www.eloanima.com.br), trata-se de um canal que funciona com conteúdo de qualidade selecionado pela curadoria da Elo, incluindo vídeos de parceiros como o Núcleo de Animação de Campinas. Este conteúdo fica disponível gratuitamente para o público, que pode assisti-lo quando e onde quiser! Um dos grandes objetivos do canal Elo Anima é democratizar o acesso a vídeos de animação que nem sempre encontram espaço nas mídias tradicionais, possibilitando assim a distribuição deste conteúdo e contribuindo para a formação de público.

Que diferença você vê entre os filmes de animação e os demais filmes do canal ?
O canal Elo Anima faz parte da webtv da Elo Company (www.blinkxbrasil.com), e está disponível para acesso gratuito junto a outros canais temáticos como Elo Cinema, Elo Sustentavel, Elo Arte, Elo Hits, entre muitos outros. O objetivo de separar o conteúdo em canais temáticos é facilitar a busca para os usuários, oferecendo um conteúdo de qualidade conforme uma divisão a partir dos nichos propostos pela Elo.

Vejo a maioria dos animadores brasileiros preocupados em produzir animações "comerciais". No canal ELO é priveligiada a animação "autoral". Que espaço você enxerga para a animação "autoral" e como você acha que ela pode ser financiada ?
As novas mídias e o canal Elo Anima surgiram exatamente como uma alternativa para a distribuição de produções independentes e autorais, incluindo as animações. De forma que, no modelo de canais digitais desenvolvidos pela Elo, é possível trabalhar tanto com produções comerciais quanto autorais, bem como conferir uma divulgação das mesmas na imprensa e nas redes sociais. A produção autoral possui um potencial muito significativo de retorno de público e mídia, em virtude principalmente de sua relevância cultural. Com relação a modelos de financiamento, atualmente a produção autoral pode ser viabilizada principalmente por meio de editais e das leis de incentivo à cultura (Lei Rouanet e Lei do Audiovisual).

Que resultados você já tem dos filmes de animação exibidos no canal ELO ?
O canal Elo Anima e os canais digitais da Elo têm obtido um retorno muito positivo de público e mídia. Com matérias publicadas em veículos como Estadão, Folha de São Paulo, Rolling Stone, e ótimos resultados de acesso direcionado via redes sociais. Além disso, temos obtido o reconhecimento de órgãos governamentais como ANCINE e SAV/MinC, que têm se interessado pelos conceitos de difusão audiovisual e democratização do acesso propostos pela Elo.

Que novos planos vocês tem para os filmes de animação brasileiros ?
Além do aprimoramento e do crescimento do canal Elo Anima em si, pretendemos realizar ações inovadoras como mostras e festivais online de conteúdo audiovisual. Por exemplo, estamos atualmente realizando uma mostra online do Cine Cufa no canal Elo Comunidade (www.elocomunidade.com.br), onde os vídeos estão sendo veiculados gratuitamente. Este já é um modelo muito difundido internacionalmente, e pretendemos implementá-lo também no Brasil, fazendo com que o festival tenha um público muito maior, e proporcionando ainda uma interatividade entre este público e os filmes por meio de ações como webjúris populares.